Dalai lama quer visitar área de terremoto na China para consolar vítimas

Nova Délhi, 17 abr (EFE).- O líder espiritual do budismo, o dalai lama, se mostrou disposto hoje a visitar as zonas mais afetadas pelo terremoto na China, para consolar as vítimas.

EFE |

"Estou muito preocupado com as famílias das vítimas do terremoto na região de Yushu, no Tibete. Eu gostaria de ir lá para consolar os feridos e as famílias das vítimas", disse o dalai lama, em comunicado emitido hoje por seu escritório.

O terremoto de magnitude 7,1 na escala Richter castigou a província chinesa de Qinghai na quarta-feira e deixou pelo menos 1.339 mortos e 11.849 feridos. As buscas por sobreviventes continuam.

"Devido à distância física entre nós, estou atualmente incapaz de proporcionar consolo aos afetados. Peço à comunidade monástica, aos jovens e aos outros indivíduos de áreas próximas que prestem assistência e que apóiem as famílias que perderam tudo", afirmou o líder espiritual.

O dalai lama parabenizou o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, e outras autoridades do país por terem visitado as áreas afetadas pelo terremoto e pediu que dessem acesso livre à imprensa e às agências internacionais de ajuda.

Na nota, o líder espiritual também pediu aos Governos, organizações de ajuda e outras agências que prestem socorro às famílias afetadas pelo terremoto. EFE daa/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG