O Dalai Lama, líder espiritual dos tibetanos, saudou neste sábado a oferta chinesa de diálogo para solucionar a situação no Tibete e disse que queria conversações sérias com Pequim.

"Não recebi nenhuma informação detalhada (sobre as conversações) mas basicamente, falam é bom", afirmou o Dalai Lama ao retornar para Dharamsala, no norte da Índia, após uma visita de duas semanas aos Estados Unidos.

O líder budista tibetano disse que quer "conversações sérias sobre como reduzir o ressentimento tibetano".

str-pmc/fb

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.