apoio contínuo para acabar com a violência - Mundo - iG" /

Dalai lama pede ao mundo apoio contínuo para acabar com a violência

Nova Délhi, 3 abr (EFE).- O dalai lama pediu à comunidade o apoio contínuo para colocar fim à crise do Tibete e às medidas repressivas que, segundo o líder tibetano, a China aplicou contra os manifestantes tibetanos no território.

EFE |

"As autoridades chinesas mobilizaram grandes contingentes de tropas nas regiões tradicionais tibetanas e reprimiram duramente os tibetanos que estariam envolvidos nos distúrbios, além de ter fechado as áreas dos protestos", disse o líder espiritual, em comunicado emitido nesta quarta-feira à noite.

O dalai lama, que citou notícias sobre o "medo" de muitos tibetanos de ir a hospitais chineses, pediu que a comunidade internacional apóie o envio de uma equipe para desenvolver uma investigação independente, assim como visitas de jornalistas e médicos às áreas afetadas.

"Acho que os recentes protestos são uma manifestação do profundo ressentimento, não só dos tibetanos, na denominada Região Autônoma do Tibete, mas também nas áreas tradicionais tibetanas incorporadas a outras províncias", disse o líder.

Desde 10 de março, monges budistas com o apoio da população civil protagonizaram protestos para lembrar o aniversário da fracassada rebelião de 1959 no Tibete, e em outros lugares como Índia ou Nepal.

Calcula-se que a Índia possui cerca de 130.000 refugiados tibetanos que deixaram seus lares depois dessa revolta, devido à repressão por parte das autoridades chinesas que forçou o exílio do dalai lama.

O Governo tibetano no exílio e seu líder espiritual estão situados na cidade indiana setentrional de Dharamsala. EFE daa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG