Dalai Lama pede ajuda à UE para negociar com a China

Bruxelas, 4 dez (EFE).- O Dalai Lama pediu hoje à União Européia que não economize esforços para persuadir as autoridades chinesas da necessidade de resolver através da negociação a situação do Tibete.

EFE |

Em discurso no plenário do Parlamento Europeu, o líder tibetano ressaltou a necessidade de manter um "diálogo estreito" com o Governo chinês para, como amigos, ajudá-lo a reconhecer "seus defeitos".

Além disso, insistiu em que seu movimento não procura a secessão da China, mas tenta "construir uma sociedade harmônica".

"Solicitamos às autoridades chinesas algo que já se menciona em sua constituição, os direitos das minorias", afirmou o prêmio Nobel da Paz de 1989, frisando que o Tibete quer fazer parte da China por seu "próprio interesse".

"O Tibete era materialmente atrasado e os tibetanos querem modernizar o Tibete e nos interessa estar dentro desse grande nação que é a República Popular da China", disse.

O Dalai Lama insistiu em que os tibetanos "não estão contra o Governo chinês" e afirmou que o enfoque não-violento "é o mais pragmático".

A presença hoje do líder espiritual do Tibete em Bruxelas se insere dentro da viagem que faz pela Europa, que já o levou à República Tcheca -que ostentará a Presidência rotativa da UE a partir de janeiro- e que terá sua próxima etapa na Polônia, sendo duramente criticada pela China.

Pequim decidiu cancelar a cúpula UE-China prevista para esta semana em Lyon (França) após conhecer a intenção do presidente rotativo da União, o francês Nicolas Sarkozy, de se reunir com o Dalai Lama durante sua viagem à Europa.

Hoje mesmo, o Governo chinês advertiu que os planos de Sarkozy podem pôr em perigo as relações comerciais da França com a China e condicionou a realização da cúpula com a UE à atitude francesa em relação ao Tibete.

Sarkozy deve se reunir com o Dalai Lama no próximo sábado na Polônia, onde o líder tibetano participará de um encontro de prêmios Nobel da Paz. EFE mvs/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG