Curto circuito em SP teria desencadeado o apagão, diz companhia paraguaia

O chefe da divisão de operações do sistema elétrico do Paraguai, na Administradora Nacional de Eletricidade (Ande, equivalente à Eletrobrás), engenheiro Luis Alberto Villordo, disse à BBC Brasil que um curto circuito no Estado de São Paulo teria desencadeado a falta de energia no Brasil e no país vizinho.

BBC Brasil |

"Houve um curto circuito numa linha de transmissão que atende a região de São Paulo. Esta falha não foi contida e foi se alastrando, contaminando outras linhas de transmissão de energia até chegar à hidrelétrica de Itaipu", disse Villordo, por telefone, falando de Assunção.

Segundo ele, um temporal teria provocado o curto circuito arrastando o problema até Itaipu, de onde parte a energia para vários Estados brasileiros e para o Paraguai.

"Foi um fato inédito. Todas as 18 máquinas de Itaipu que estavam operando caíram, pararam de funcionar. Foram nove máquinas com 90 hertz e nove com 60 Hz.", disse.

Villordo afirmou ainda que Itaipu tem, no total, vinte máquinas, mas pelo acordo binacional, duas estão permanentemente desligadas.

"Quando o problema chegou ao sistema de Itaipu, às 21h13 (22h13 em Brasília), 10,9 mil megawatts de energia ficaram no ar, desapareceram", afirmou.

Causas

Segundo ele, o problema afetou todo o Paraguai, além da extensão entre Porto Alegre e o Rio de Janeiro no Brasil.

"O sistema brasileiro sofreu um colapso parcial e o sistema paraguaio total", destacou. O engenheiro paraguaio afirmou ainda que foi "um evento muito estranho" e que "deve ser analisado para ser evitado".

Ele informou que deverá haver uma reunião, por telefone, entre representantes do Brasil e do Paraguai, além da Argentina, para analisar as causas da origem do apagão.

"Um fato é certo: o curto circuito em São Paulo não foi isolado, provocando a contaminação em outras linhas de transmissão", declarou.

Villordo contou que "dois minutos" após a queda do sistema em Itaipu, foram registrados problemas em Yaciretá, a hidrelétrica que o Paraguai compartilha com a Argentina.

O engenheiro rejeitou ainda que o apagão tenha sido causado como resultado de sabotagem. "Descartamos totalmente qualquer possibilidade de sabotagem".

A falta de luz durou cerca de 35 minutos em Assunção, mais o apagão persistia em algumas regiões do interior do Paraguai, no fim da noite desta quinta-feira (horário local).

Leia também:

Leia mais sobre blecaute

    Leia tudo sobre: apagãoblecaute

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG