Curandeiro é detido no Peru com 180 crânios humanos

Caveiras eram utilizadas em rituais de magia e comercializadas por Augusto Quispecondori, de 31 anos

EFE |

EFE
Polícia mostra parte dos 180 crânios encontrados com curandeiro em Lima

A polícia peruana apreendeu nesta segunda-feira 180 crânios humanos que estavam em poder de um curandeiro que foi detido no centro de Lima. A Polícia Nacional informou que as caveiras serviam para sessões de espiritismo e magia e eram comercializadas pelo curandeiro, Augusto Cisneros Quispecondori, de 31 anos de idade.

Quispecondori foi detido, e a polícia informou que investiga a procedência dos crânios. A polícia também informou que confiscou produtos "sem licença sanitária" para sua venda, como pós supostamente mágicos que eram comercializados pelo curandeiro. No local onde se encontraram os crânios havia um altar no qual eram realizados estranhos rituais.

    Leia tudo sobre: perucurandeiroritualcrânios

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG