Cúpula dos não-alinhados termina hoje

Sharm el-Sheikh (Egito), 16 jul (EFE).- Os líderes do Movimento de Países Não-Alinhados (Noal, na sigla em inglês) encerram hoje na cidade egípcia de Sharm el-Sheikh sua 15ª cúpula, aberta nesta quarta-feira com uma convocação a uma solução multilateral para a crise econômica.

EFE |

Em meio a intensas medidas de segurança, as 118 delegações participantes retomam hoje o debate geral que começou no dia anterior.

Durante a sessão de encerramento, prevista para as 15h locais (9h de Brasília), os dirigentes dos países não-alinhados aprovarão o documento final e a declaração da cúpula, a qual insiste no desarmamento nuclear, na promoção da paz, nos direitos humanos e na autodeterminação dos povos.

Há a expectativa pelo encontro hoje dos primeiros-ministros de Índia e Paquistão, que não se reúnem desde o atentado terrorista cometido em Mumbai no último mês de novembro. O Governo indiano atribui o crime ao grupo caxemiriano Lashkar-e-Toiba, com base em território paquistanês.

O Movimento de Países Não-Alinhados nasceu em 1961 por iniciativa de Egito, Índia e Iugoslávia, como resposta à divisão do mundo em dois blocos como consequência da Guerra Fria. EFE jfu/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG