Cúpula do G8 custa cerca de US$ 567 milhões ao Japão

Tóquio, 10 jul (EFE).- A cúpula de três dias do Grupo dos Oito (G8, os sete países mais industrializados e a Rússia), organizada em um hotel de luxo na ilha de Hokkaido (norte do Japão), custou ao Governo japonês 60,6 bilhões de ienes (US$ 567 milhões), informou a imprensa local.

EFE |

O custo do encontro foi 26% menor que o da última cúpula do G8 organizada pelo Japão, que aconteceu em 2000 na ilha de Okinawa (sul), de acordo com o diário "Sankei Shimbun".

O encontro de Okinawa custou aos cofres japoneses cerca de 81,4 bilhões de ienes (US$ 761 milhões), informou hoje o site "News Japan".

Grande parte do dinheiro deste ano foi destinada ao reforço da segurança, com um desdobramento total de 40 mil agentes policiais desdobrados entre Tóquio e a ilha de Hokkaido.

A imprensa japonesa criticou a despesa gerada pelos kits distribuídos aos jornalistas que cobriram a cúpula, com um custo de 5 mil ienes (US$ 46) cada um.

Cada jornalista recebeu um kit com duas bolsas, um relógio de pulso ecológico e uma edição de luxo de um livro de fotografias de Hokkaido, além de vários DVDs e panfletos sobre a cúpula. EFE icr/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG