Cúpula de ex-países soviéticos estuda criação de força comum

Os presidentes de seis ex-repúblicas soviéticas e a Rússia se reuniram nesta sexta-feira no Quirguistão pela Organização do Tratado de Segurança Coletiva (ODKB), um órgão de defesa dominado por Moscou e apresentado como um contrapeso à Otan.

AFP |

A cúpula informal da ODKB acontece às margens do majestoso lago Issyk-Koul, no Quisrguistão, 200 km a leste da capital, Bishkek.

A ODKB, fundada em 1992, é formada por Rússia, Belarus, Armênia, Cazaquistão, Quirguistão, Tadjiquistão e Uzbequistão.

O assunto principal da cúpula será a criação de uma força comum de reação rápida para intervir nos problemas ligados ao terrorismo, ao tráfico de drogas e aos conflitos locais e regionais.

Este tema, que já havia sido discutido no encontro de 14 de junho em Moscou, divide os países membros da ODKB: Uzbequistão e Belarus - que boicotou a última cúpula por causa de um conflito comercial com a Rússia - se negavam a validar o projeto.

Moscou espera que, desta vez, os dois países mudem de ideia, segundo a imprensa russa.

O presidente russo, Dimitri Medvedev, está convencido de que sem uma força nestes moldes "a ODKB não poderá se tornar uma completa estrutura militar e política", disse à AFP um membro do ministério quirguiz da Defesa, que pediu o anonimato.

tol-sjw-ahe/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG