Um total de 66 chefes de Estado e representantes de governos da África e da América do Sul se reunirão na Venezuela nos dias 26 e 27 de setembro, na segunda cúpula entre os dois continentes, que será realizada na ilha Margarita (norte), informaram fontes oficiais.

"Estamos de acordo de que esta cúpula não será simplesmente uma cúpula a mais", ressaltou o mandatário venezuelano, Hugo Chávez, recentemente, depois de anunciar oficialmente as datas desta cúpula em uma visita a Trípoli.

O próprio presidente venezuelano já confirmou a participação dos presidentes de Mauritânia, Mali, Líbia e Argélia.

"Será uma cúpula proveitosa, e não de discursos e com um documento que ninguém reconhece. Estamos trabalhando para a integração entre a América do Sul e a África", acrescentou Chávez.

Segundo o Ministério da Comunicação e da Informação da Venezuela, a cúpula abordará temas ligados à "aproximação estratégica" entre a União Africana e a União Sul-americana (Unasul), à segurança alimentar, à crise energética, às turbulências financeiras e à forma de "garantir os recursos necessários para o desenvolvimento dos povos", indicou o presidente venezuelano.

A primeira Cúpula ASA foi realizada em novembro de 2006, em Abuja (Nigéria), onde foi aprovada por unanimidade a candidatura da Venezuela como sede da II Cúpula, que deveria ter sido realizada em novembro de 2008, mas que foi adiada.

il/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.