Cúpula da UE estuda princípio de acordo para plebiscito irlandês

Bruxelas, 19 (EFE).- Os líderes da União Europeia (UE) estudam um princípio de acordo com a República da Irlanda que permita ao Governo desse país convocar um novo plebiscito sobre o Tratado de Lisboa, disse o ministro de Exteriores luxemburguês, Jean Asselborn.

EFE |

O primeiro-ministro da República da Irlanda, Brian Cowen, e do Reino Unido, Gordon Brown, já deram seu sinal verde à fórmula, que deve ser aprovada pelos 27 países do bloco, indicaram por outro lado fontes do mesmo.

Asselborn evitou dar detalhes sobre o compromisso firmado, e se limitou a dizer que "é complexo", depois que altos funcionários do país e da UE negociaram toda a noite.

A República da Irlanda tenta obter de seus parceiros europeus uma série de garantias legais que lhe permitam voltar a convocar um plebiscito para tentar desbloquear a ratificação do Tratado de Lisboa, uma consulta que aconteceria previsivelmente no final de setembro ou começo de outubro.

O novo tratado, já ratificado no resto dos Estados-membros, introduz mudanças na arquitetura institucional da UE, cujos principais órgãos e cargos têm que ser renovados este ano. EFE rcf/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG