A Assembléia Mundial da Saúde, órgão deliberativo máximo da Organização Mundial da Saúde (OMS), aprovou neste sábado uma estratégia para a saúde pública que promoverá a pesquisa sobre doenças que afetam principalmente os países em desenvolvimento.

A estratégia, longamente discutida em um encontro em Genebra, pretende também garantir "um financiamento adequado" à pesquisa e à distribuição dos produtos médicos necessários nos países em desenvolvimento.

Ao mesmo tempo, a reunião adotou uma resolução pedindo que a OMS apóie a aplicação da estratégia.

"A pesquisa e o desenvolvimento dos países ricos deve refletir melhor as necessidades sanitárias dos países em vias de desenvolvimento", diz o texto do plano.

Delegados dos 193 países membros da OMS participaram da assembvléia anual esta semana, aprovando ainda o desenvolvimento de novos planos para combater os efeitos nocivos do álcool.

hmn/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.