Cúpula da Caricom pede vínculos mais fortes e homenageará Fidel

Santiago de Cuba (Cuba), 8 dez (EFE).- Os líderes que participam da 3ª Cúpula Cuba-Comunidade do Caribe (Caricom) defenderam hoje a importância de fortalecer seus vínculos e anunciaram a entrega de uma condecoração ao ex-presidente cubano Fidel Castro, por sua colaboração ao desenvolvimento regional.

EFE |

O primeiro-ministro de Antígua e Barbudas e atual presidente da Caricom, Baldwin Spencer, disse, na inauguração do fórum, que o Caribe reconhece "a importância" de fortalecer os vínculos em meio a uma crise internacional que poderia "reverter" os avanços sociais na região.

Spencer assinalou que os líderes da Caricom "esperam ansiosamente" a chegada da cúpula da América Latina e do Caribe sobre integração e desenvolvimento, que acontece no Brasil em 16 e 17 de dezembro.

"Esperamos que essa reunião crie um espaço para o diálogo entre os grupos de integração existentes na América Latina e no Caribe", precisou.

Ele defendeu também que o fórum do Brasil facilite "o desenvolvimento de posições que reflitam verdadeiramente todos os interesses e preocupações dos países da América Latina e do Caribe" em sua relação com outros Estados.

Em nome dos 14 países-membros da Caricom, Spencer reconheceu o apoio de Fidel Castro ao "desenvolvimento econômico e social" dentro da região, e anunciou a entrega da Ordem Honorária da Comunidade do Caribe ao ex-presidente cubano.

"Esperamos com entusiasmo a chegada desse momento histórico na tarde de hoje, quando apresentaremos essa condecoração ao defensor de nossa civilização caribenha que mais a merece", acrescentou.

Por sua parte, o secretário-geral da Caricom, Edwin Carrington, qualificou Fidel de "caribenho verdadeiro" e "ser humano excepcional". EFE arj/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG