Cúpula árabe: plano de paz com Israel não ficará eternamente sobre a mesa

Os ministros árabes de Relações Exteriores, reunidos neste sábado em Doha para preparar a cúpula da próxima segunda-feira, advertiram Israel de que o plano de paz continua sobre a mesa, mas não por muito tempo, referindo-se ao projeto de resolução que será submetido aos chefes de Estado.

AFP |

"A iniciativa de paz árabe, que está atualmente sobre a mesa, não ficará por muito tempo", indica o projeto de resolução aprovado pelos ministros.

"Não será possível alcançar a paz enquanto Israel continuar rejeitando a iniciativa de paz árabe", acrescenta. "O compromisso árabe de manter esta iniciativa depende de que Israel a aceite", afirma o projeto de resolução.

Esta iniciativa, aprovada em 2002 e retomada em 2007, prevê a normalização das relações entre os países árabes e Israel, em troca da retirada israelense dos territórios árabes ocupados na guerra de junho de 1967, além da criação de um Estado palestino com Jerusalén Oriental como capital e uma solução "justa e consensual" sobre a questão dos refugiados palestinos.

Israel chegou a destacar alguns "aspectos positivos" desta iniciativa, mas nunca a aceitou formalmente, principalmente devido à referência ao direito de regresso dos refugiados palestinos.

str/tm/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG