Tamanho do texto

HAVANA - As autoridades cubanas libertaram hoje os opositores detidos horas depois que a União Européia (UE) suspendeu as sanções à ilha por identificar avanços na situação dos direitos humanos.

Jorge Luis García Pérez, conhecido como "Antúnez", sua mulher, Iris Pérez.

Idania Yanes, Yesmielena Surbano, Benito Ortega e Blas Fortún foram detidos sexta-feira, a cerca de cem quilômetros de Havana, quando protestavam em frente a um prédio do Ministério do Interior.

Leia mais sobre Cuba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.