por dignidade a ajuda hipócrita dos EUA, diz Fidel Castro - Mundo - iG" /

Cuba recusa por dignidade a ajuda hipócrita dos EUA, diz Fidel Castro

O líder cubano Fidel Castro afirmou que seu país negou por dignidade a ajuda de cinco milhões de dólares dos Estados Unidos para as vítimas dos furacões porque Washington atua hipocritamente, segundo artigo publicado nesta quarta-feira.

AFP |

"Se em vez de cinco milhões fossem cinco bilhões, eles teriam a mesma resposta. O dano em milhares de vidas, sofrimentos e mais de 200 bilhões de dólares que custaram o bloqueio e as agressões ianques não podem ser pagos com nada", afirmou.

Para Fidel "Washington falou hipocritamente de aviões prontos com produtos", no valor de cinco milhões de dólares, "que não podem ser outra coisa senão um interesse de espionar nosso país".

Segundo o ex-presidente cubano, os Estados Unidos pretendiam colocar em "apuros a Revolução", pensando que se as autoridades cubanas se atrevessem a recusar a ajuda teriam problemas com a população.

"É óbvio que o governo desse poderoso país não pode compreender que a dignidade de um povo não tem preço", comentou Fidel.

Cuba recusou a doação, mas pediu aos EUA que autorizem a compra de materiais de construção e dêem acesso a créditos para alimentos, pelo menos por seis meses, aliviando assim as proibições do embargo que Washington mantém com a ilha há 46 anos.

Terça-feira, a missão diplomática de Washington em Havana informou que os EUA deram licença à venda de produtos agrícolas a Cuba - que incluem alimentos e madeira, por 250 milhões de dólares como ajuda pela catástrofe.

Os furacões Gustav e Ike, que atravessaram a ilha entre 30 de agosto e 9 de setembro, provocaram sete mortos e 5 bilhões de dólares em perdas pela destruição de cultivos e infra-estrutura econômica, social e de energia, além de danos a meio milhão de casas, segundo o governo cubano.

Leia mais sobre Cuba

    Leia tudo sobre: cuba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG