Cuba prefere desaparecer a aceitar chantagem, diz Raúl Castro

Havana, 4 abr (EFE).- O presidente cubano, general Raúl Castro, afirmou hoje que seu país prefere desaparecer a aceitar a chantagem de Estados Unidos e Europa com manipulações sobre a vigência dos direitos humanos na ilha.

EFE |

"Este país jamais será dobrado. Antes prefere desaparecer, como demonstramos em 1962", disse o governante em alusão à chamada "Crise dos Mísseis", o clímax da Guerra Fria. EFE am/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG