Paris, 22 set (EFE) - A União Européia (UE) não recebeu resposta de Cuba sobre a ajuda humanitária oferecida para reduzir os efeitos da passagem dos furacões pela ilha nesta temporada, segundo informou hoje um porta-voz da Presidência de turno francesa da UE.

"A União Européia propôs sua ajuda humanitária aos países do Caribe afetados pelos ciclones, e, portanto, a Cuba, duramente afetados por esses fenômenos naturais", indicou o porta-voz.

Até agora, "as autoridades cubanas não responderam a esta proposta", acrescentou.

A ação dos furacões "Ike" e "Gustav", entre 30 de agosto e 10 de setembro, deixou, em Cuba, sete mortos e dezenas de feridos, arrasou centenas de milhares de hectares de plantações, 500 mil casas e as infra-estruturas do país, gerando perdas calculadas oficialmente em 3,5 bilhões de euros. EFE jaf/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.