Cuba libera venda de computadores residenciais

O governo cubano liberou a venda de computadores residenciais, apesar de o acesso à internet continuar restrito na ilha. Esta é a última de uma série de reformas introduzidas pelo presidente, Raúl Castro, desde que tomou posse, em fevereiro.

BBC Brasil |

Logo assim que o governo anunciou que as lojas haviam recebido um grande estoque dos equipamentos, milhares de cubanos se aglomeraram no shopping Carlos III, no centro da capital, Havana.

Muitos deles, no entanto, estavam ali só por curiosidade.

Os computadores estão sendo vendidos por cerca de US$ 800 (R$1,3 mil) em um país onde as rendas mensais são de, em média, R$ 33.

Alguns cubanos, no entanto, têm suas rendas complementadas pelo envio de dinheiro por parentes que vivem no exterior.

Reformas
Desde que chegou ao poder, Raúl Castro colocou fim a algumas restrições impostas pelo irmão Fidel, e, pouco a pouco, vem permitindo que os cubanos tenham acesso a bens de consumo.

Nas últimas semanas, milhares de cubanos adquiriram telefones celulares e aparelhos de DVD, e agora os primeiros estoques de computadores chegaram ao país.

O acesso à internet, no entanto, permanece restrito a certos locais de trabalho, escolas e universidades.

O governo diz que ainda é impossível estabelecer a conexão com os gigantes cabos submarinos de fibra ótica por causa do embargo americano.

Por enquanto as conexões com a internet são feitas via satélite. O presidente venezuelano, Hugo Chávez, aliado do governo cubano, diz estar instalando um novo cabo sob o Mar do Caribe.

Mas ainda é incerto se, uma vez instalada a conexão via cabo, as autoridades cubanas vão liberar o acesso irrestrito à rede.

No início da semana, Raúl Castro anunciou que todos os prisioneiros condenados à morte no país terão suas penas revistas, com a exceção de três condenados por "terrorismo".

A maioria dos cubanos no corredor da morte terá suas sentenças comutadas para penas entre 30 anos e prisão perpétua.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG