Cuba estuda mais de 100 casos suspeitos da gripe

Havana, 13 mai (EFE).- Funcionários do ministério da Saúde Pública de Cuba disseram hoje que só confirmaram até agora uma vítima de gripe suína, mas acrescentaram que estudam mais de 100 casos suspeitos da doença.

EFE |

"Só estamos falando de um caso confirmado, que entrou de outro país", afirmou na televisão estatal o vice-ministro de Higiene e Epidemiologia, Luis Estruch, e acrescentou que "mais de 100 casos suspeitos" são estudados.

O Ministério da Saúde revelou na segunda-feira em comunicado que um mexicano que estuda na ilha é o primeiro caso positivo da gripe no país.

O órgão acrescentou que, desde 27 de abril, um total de 84 pessoas de oito nacionalidades foram estudadas com suspeita "clínico-epidemiológica" e outras 511 por terem tido contatos com esses casos notificados. Todos os resultados destas amostras deram negativo.

Apesar do nome, a doença não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE rmo/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG