Os governos de Cuba e do Brasil assinaram nesta quinta-feira dois acordos que fortalecem sua cooperação contra o crime organizado e o narcotráfico, por ocasião da visita do ministro brasileiro da Justiça, Tarso Genro.

"As relações de cooperação, tanto no âmbito da justiça como no do combate ao tráfico de drogas, de pessoas, ao crime organizado, é importante", declarou Genro, depois de assinar junto a sua colega María Esther Reus um convênio sobre programas conjuntos para combater o narcotráfico internacional, segundo a televisão cubana.

Outro acordo foi assinado pelo diretor-geral da Polícia Federal brasileira, Luiz Fernando Correa, e o chefe da Polícia Nacional Revolucionária (PNR) de Cuba, Pascual Rodríguez.

"O acordo fortalece as relações de cooperação no combate ao crime transnacional organizado em todas as suas formas e manifestações", assinalou a agência cubana Prensa Latina.

Genro, que conclui nesta quinta sua visita de quatro dias à ilha, se reuniu com funcionários do ministério do Interior, do Tribunal Supremo e da Procuradoria Geral de Cuba.

Reus destacou que a visita de Genro "estreitará não apenas as relações de coopoeração e intercâmbio, como também os laços de amizade e solidaridade bilaterais".

rd/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.