Cuba e Brasil assinam acordos de cooperação contra máfias e drogas

Os governos de Cuba e do Brasil assinaram nesta quinta-feira dois acordos que fortalecem sua cooperação contra o crime organizado e o narcotráfico, por ocasião da visita do ministro brasileiro da Justiça, Tarso Genro.

AFP |

"As relações de cooperação, tanto no âmbito da justiça como no do combate ao tráfico de drogas, de pessoas, ao crime organizado, é importante", declarou Genro, depois de assinar junto a sua colega María Esther Reus um convênio sobre programas conjuntos para combater o narcotráfico internacional, segundo a televisão cubana.

Outro acordo foi assinado pelo diretor-geral da Polícia Federal brasileira, Luiz Fernando Correa, e o chefe da Polícia Nacional Revolucionária (PNR) de Cuba, Pascual Rodríguez.

"O acordo fortalece as relações de cooperação no combate ao crime transnacional organizado em todas as suas formas e manifestações", assinalou a agência cubana Prensa Latina.

Genro, que conclui nesta quinta sua visita de quatro dias à ilha, se reuniu com funcionários do ministério do Interior, do Tribunal Supremo e da Procuradoria Geral de Cuba.

Reus destacou que a visita de Genro "estreitará não apenas as relações de coopoeração e intercâmbio, como também os laços de amizade e solidaridade bilaterais".

rd/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG