Cuba diz que EUA é delinquente internacional

Cuba rejeitou nesta quinta-feira o informe dos Estados Unidos que inclui a Ilha na lista de patrocinadores do terrorismo, ao acusar o Governo de Washington de ser um delinquente internacional sem autoridade moral para atestar condutas, segundo o chanceler Bruno Rodríguez.

AFP |

"Não reconhecemos nenhuma autoridade política nem moral ao Governo dos Estados Unidos para elaborar qualquer lista, sobre nenhum assunto, nem para dar atestado a boas ou más condutas", afirmou Rodríguez à imprensa.

O informe anual do Departamento de Estado, divulgado nesta quinta-feira, diz que Cuba é um dos quatro países do mundo considerados como refúgio ou patrocinador de terroristas, junto com Sudão, Irã e Síria.

rd-mis/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG