Cuba denuncia na ONU que, apesar de Obama, o embargo dos EUA continua

Cuba denunciou nesta segunda-feira na ONU que, apesar das mudanças prometidas pela chegada de Barack Obama à Casa Branca, as forças neoconservadores que se mantêm no poder impedem que Washington levante o embargo em vigor contra a ilha e apoiam o golpe de Estado em Honduras.

AFP |

"O bloqueio econômico, comercial e financeiro contra Cuba permanece intacto", criticou o chanceler cubano Bruno Rodríguez Parrilla ante a Assembleia Geral da ONU.

"Com Obama, parecia que terminava uma etapa de extrema agressividade, unilateralismo e arrogância na política externa desse país e ficava afundado no repúdio o infame legado do regime de George W. Bush", afirmou.

O chanceler destacou que as medidas adotadas por Obama para aliviar o embargo, incluindo a possibilidade de que os cubanos radicados nos Estados Unidos viajem a Cuba, são "um passo positivo, mas extremadamente limitado e insuficiente".

Questionou ainda a "capacidade real das atuais autoridades em Washington para superar as correntes políticas e ideológicas que, sob o presidente anterior, ameaçaram o mundo".

"As forças neoconservadoras, que colocaram George Bush na presidência, promtooras do uso da força e do domínio, ao amparo do descomunal poderio militar e econômico americano, resposnáveis por crimes que incluem a tortura, o assassinato, e manipulação do povo americano, se reagruparam rapidamente e conservam imensos resorts de poder e influência contrários à mudança anunciada".

Citou o caso de Honduras, afirmando que "a direita fascista americana, simbolizada por (ex-vice-presidente Dick) Cheney, apoia abertamente e sustenta o golpe".

Também citou o fato de que os Estados Unidos têm interesse em implantar novas bases militares na América Latina como um suposto meio para posicionar tropas "em questão de horas contra processos revolucionários e progressistas", em particular na Venezuela.

ltl/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG