CS da ONU pede a Sudão que reconsidere expulsão de ONGs de Darfur

Nações Unidas, 26 mar (EFE).- O Conselho de Segurança da ONU pediu hoje ao Governo do Sudão que reconsidere a expulsão de Darfur de 16 organizações humanitárias pelas consequências que essa decisão pode ter.

EFE |

Os 15 membros do principal órgão das Nações Unidas expressaram em declaração "a importância de continuar com a distribuição de ajuda humanitária a todos aqueles em Darfur que precisarem".

O Conselho pede a Cartum que "reconsidere a decisão de suspender as atividades no Sudão de algumas ONGs" e exige que continue cooperando com a ONU e entidades humanitárias, segundo o documento lido à imprensa pelo presidente rotativo do órgão, o embaixador líbio Mohammed Abdel-Rahman Shalgam.

Há três semanas, o regime sudanês ordenou a expulsão de 13 ONGs internacionais e suspendeu a autorização de três organizações locais em resposta à decisão do Tribunal Penal Internacional (TPI) de emitir uma ordem de detenção contra o presidente do país, Omar al-Bashir.

O embaixador da França na ONU, Jean Maurice Ripert, rejeitou vincular a situação humanitária na região sudanesa com o pedido da União Africana (UA) ao Conselho de Segurança para que detenha o processo contra o líder sudanês.

Ripert não quis falar sobre as visitas que Bashir realizou nos últimos dias ao Egito e à Líbia, em desafio ao tribunal de Haia, mas recomendou ao governante sudanês que se centre nos problemas de seu país. EFE jju/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG