CS da ONU amplia por 4 meses mandato de missão em Geórgia e Abkházia

Nações Unidas, 13 fev (EFE).- O Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou hoje uma resolução para ampliar por mais quatro meses o mandato da missão de observadores da organização encarregada de supervisionar o cessar-fogo entre Geórgia e Abkházia.

EFE |

No texto da resolução foi omitido o nome da unidade (Missão de Observadores da ONU na Geórgia, a Unomig) a pedido da região separatista georgiana da Abkházia, cuja independência foi reconhecida pela Rússia.

A resolução recebeu o respaldo unânime dos 15 membros do principal órgão das Nações Unidas, o que permitirá dar continuidade ao mandato atual, que expira no próximo domingo.

Após a reunião do Conselho, o embaixador russo perante a ONU, Vitaly Churkin, destacou que a ausência de referências expressas à Geórgia reflete a realidade de que a Abkházia já não faz parte do país.

"O texto não contém menção alguma à integridade territorial da Geórgia, o que por si só é eloquente", afirmou Churkin, que destacou a relevância da resolução porque, além de prolongar o mandato, "envia sinais muito importantes".

A Abkházia e a Ossétia do Sul, a outra região separatista georgiana, se declararam independentes após o conflito que opôs, durante cinco dias de agosto, a Rússia e a Geórgia pelo controle desses dois territórios.

O texto, que significa uma extensão técnica do mandato da missão até 15 de junho, permite aos membros do Conselho contar com quatro meses para determinar o papel das forças das Nações Unidas nesse território. EFE mgl/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG