KUALA LUMPUR - Um cruzeiro americano com mais de mil pessoas a bordo conseguiu escapar hoje de um ataque de piratas em águas próximas à Somália, sem deixar nenhum ferido.

O diretor do Centro de Informação sobre Pirataria, Noel Choong, disse, em Kuala Lumpur, que duas lanchas se aproximaram do transatlântico "Nautica" e seis piratas começaram a atirar.

"O capitão do navio decidiu aumentar a velocidade e conseguiu escapar deles", acrescentou Choong.

Os 665 passageiros e os 399 membros da tripulação estão a salvo e não houve nenhum ferido durante o ataque.

O "Nautica" realiza um cruzeiro de 32 dias que começou em Roma e terminará em Cingapura, com escalas no Egito, Omã, Dubai, Índia, Malásia e Tailândia.

Choong disse que houve mais de 100 ataques de piratas em águas somalis durante 2008. Entre estes, 40 navios foram atacados e 14 permanecem sob poder de piratas.


Mapa mostra a região do sequestro

Leia mais sobre piratas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.