Cruzador russo cruza estreito de Gibraltar rumo à Venezuela

Moscou, 11 nov (EFE).- O cruzador russo de propulsão nuclear Pedro, o Grande cruzou hoje o estreito de Gibraltar e se dirige às costas da Venezuela, onde participará no final do mês das primeiras manobras navais conjuntas entre os dois países, informou o Ministério da Defesa da Rússia.

EFE |

Rumo ao Caribe, também se encontra o destróier Almirante Chabanenko, segundo fontes ministeriais citadas pela agência de notícias "Interfax".

Nessas manobras, que coincidirão com a primeira visita à Venezuela do presidente russo, Dmitri Medvedev, participarão também uma embarcação-tanque e outra de apoio.

A frota russa partiu no final de setembro de sua base de Severomorsk, no mar de Barents, e está previsto que chegue à Venezuela após percorrer 15 mil milhas e fazer escala na Líbia.

O Ministério de Assuntos Exteriores da Rússia informou que esses navios da Frota russa do Norte não levam armas nucleares a bordo.

EFE io/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG