Genebra, 27 abr (EFE).- A Federação Internacional da Cruz Vermelha (FICV) colocou todo seu pessoal em alerta máximo diante da situação criada com a gripe suína, que está se espalhando do foco no México para os Estados Unidos e outros países.

"A federação compartilha com a Organização Mundial da Saúde (OMS) a análise de que existe o risco de que a gripe suína se transforme em uma pandemia mundial que afete uma vasta área geográfica", afirmou a instituição.

"É uma situação que nos preocupa muito", disse Bekele Geleta, secretário-geral da federação, em comunicado.

A federação prepara-se para todas as eventualidades, acrescentou Dominique Praplan, chefe do Departamento de Saúde da FICV em Genebra. EFE vh/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.