Genebra, 26 set (EFE).- O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) anunciou hoje que um de seus delegados conseguiu entrar na Embaixada do Brasil em Tegucigalpa e tomar conhecimento do estado de saúde de todas as pessoas presentes no local.

Segundo um breve comunicado divulgado hoje pela organização, a visita ocorreu ontem a pedido do Brasil e com o consentimento de todas as partes envolvidas.

O documento não faz nenhuma referência explícita ao presidente deposto hondurenho, Manuel Zelaya, que está na embaixada brasileira desde segunda-feira, quando retornou de surpresa a Honduras. EFE mh/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.