Cruz Vermelha eleva para 39 o número de mortos em confrontos na Nigéria

Lagos, 30 dez (EFE).- A morte de uma criança de 7 anos por causa dos ferimentos sofridos durante os atos violentos registrados na segunda-feira na província de Bauchi, no norte da Nigéria, eleva o cômputo global de vítimas mortais para 39, disse hoje à Agência Efe Alhaji Adamu Abubakar, responsável da Cruz Vermelha em Bauchi.

EFE |

Outras 15 pessoas estão sendo tratadas dos ferimentos que sofreram durante a disputa da segunda-feira, que enfrentou duas facções de uma seita islâmica.

Segundo Abubakar, até 67 casas foram incendiadas e, das 1,56 mil pessoas que foram deslocadas da área, só 300 permanecem fora de casa.

"Pedimos àqueles que continuam no campo que vão e comprovem se suas casas estão bem ou se têm parentes com os quais possam ficar", disse Abubakar.

O inspetor da Polícia estatal, Atiku Kafur, disse que o número de vítimas fatais era de 38, aparentemente antes da morte da criança de 7 anos.

Segundo Kafur, todas as vítimas fatais caíram nas mãos de membros rivais da seita, e a Polícia deteve 20 suspeitos, alguns deles menores de idade, e apreendeu dois rifles e munição. EFE da/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG