intolerável atacar hospitais - Mundo - iG" /

Cruz Vermelha diz que é intolerável atacar hospitais

Genebra, 15 jan (EFE).- Os bombardeios israelenses contra instalações médicas e humanitárias em Gaza como os ocorridos hoje são intoleráveis e puseram em risco as vidas de centenas de pessoas, disse hoje o presidente do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), Jakob Kellemberger.

EFE |

"É inaceitável que gente ferida que está recebendo tratamento nos hospitais seja posta em risco", disse Kellemberger, que acaba de terminar uma viagem de três dias a Gaza e Israel, incluindo uma visita ao hospital Shifa da capital da faixa palestina.

O hospital Al Quds, administrado pelo Crescente Vermelho palestino na Gaza capital foi alvejado hoje por mísseis, o que pôs em risco as vidas de cerca de 100 pacientes e de pessoal médico, contou Kellemberger em comunicado.

"O hospital sofreu pelo menos um bombardeio direto hoje, e todos os pacientes tiveram que ser transferidos às pressas pelo pânico no andar térreo", disse, por sua parte, Bashar Morad, diretor dos serviços médicos de urgência do Crescente Vermelho palestina.

O segundo andar ficou em chamas imediatamente e a farmácia do hospital também sofreu danos.

Cinco veículos de bombeiros, escoltados por equipes da Cruz Vermelha, chegaram ao local e alcançaram apagar o fogo.

Nas reuniões que teve hoje com o ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, e a de Relações Exteriores, Tzipi Livni, Kellemberger insistiu em que as leis internacionais humanitárias obrigam às partes a proteger os civis assim como as instalações e o pessoal médico.

Um dos armazéns de material de emergência do Crescente Vermelho palestino em Gaza foi atingido hoje por bombardeios israelenses, assim como a sede da UNRWA.

"Estes eventos são especialmente alarmantes, pois os hospitais de Gaza já estão por si sobrecarregados de feridos e o número de vítimas está crescendo", disse Kellemberger. EFE vh/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG