Johanesburgo, 17 set (EFE).- A Federação Internacional de Sociedades da Cruz Vermelha e o Crescente Vermelho (FICV) anunciou hoje que começou a distribuir assistência alimentícia de emergência no Zimbábue, país africano imerso em uma profunda crise econômica.

Em comunicado, a FICV informou que caminhões da organização transportando 383 toneladas de alimentos partiram hoje de seus armazéns em Harare, Bulawayo e Mutar, pontos estratégicos para sua distribuição às comunidades necessitadas em várias partes do país.

A iniciativa faz parte de uma operação da FICV para assegurar a distribuição de alimentos no Zimbábue, avaliada em US$ 26,8 milhões.

"Este é um período crítico para estas comunidades. Durante vários meses não houve comida suficiente para muitas famílias e a situação se deteriorou drasticamente nas últimas semanas", diz a nota. EFE jm/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.