Cruz Vermelha chinesa recebe 100 milhões de euros por terremoto

Pequim, 16 mai (EFE) - A Cruz Vermelha da China já recebeu doações no valor de 106,6 milhões de euros (US$ 165 milhões) em conceito de ajuda às zonas afetadas pelo terremoto que castigou o sudoeste do país. Segundo a agência de notícias chinesa Xinhua, esse montante provém tanto de instituições, associações e particulares chineses quanto do exterior e a Cruz Vermelha do gigante asiático já destinou 20,6 milhões de euros (US$ 31,9 milhões) às áreas afetadas pelo terremoto. O organismo anunciou que o dinheiro será usado para comprar durante os próximos 12 meses mercadorias que ajudem a amenizar a grave situação dos sobreviventes, como água potável, alimentos, tenda de campanha, roupa, equipamentos de iluminação e serviços de telecomunicações. Até agora, a instituição humanitária enviou 30 equipes de resgate às zonas mais devastadas pelo terremoto de segunda-feira, de 7,8 graus na escala Richter, o pior registrado na China em 32 anos. O tremor foi registrado às 14h28 (3h28 em Brasília) de segunda-feira e, segundo os últimos dados divulgados pelas autoridades de Sichuan, só nessa província, a mais afetada pelo terremoto, mais de 21.500 pessoas morreram e, quatro dias depois, ainda há 14 mil soterradas entre os escombros.

EFE |

EFE ub/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG