Tamanho do texto

Aproximadamente 40.000 pessoas foram obrigadas a deixar suas casas em razão do conflito na Geórgia, anunciou neste domingo à AFP a porta-voz da Cruz Vermelha Internacional (CICR) Maia Kardava.

Citando uma avaliação russa do número de pessoas que deixaram a Ossétia do Sul, república separatista da Geórgia, a porta-voz afirmou que "o número de 30.000 parece o mais certo", acrescentando que no interior da Geórgia há mais 10.000 pessoas deslocadas, de acordo com as primeiras estimativas.

adp-mm/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.