Cronologia da vida de Darwin

Principais datas da vida do naturalista Charles Darwin, cujo bicentenário será celebrado no dia 12 de fevereiro.

AFP |

1809: Nasce Charles Robert Darwin, filho de uma rica família rural, na cidade de Shrewsbury, no oeste da Inglaterra.

1825-27: Desesperado com os maus resultados de seu filho no colégio, o pai de Darwin manda-o para a Universidade de Edimburgo para estudar medicina. Darwin abandona o curso dois anos depois, chocado com o fato de precisar dissecar um cadáver humano.

1827-31: Darwin começa a estudar teologia no Christ's College, em Cambridge, para se tornar pastor. É aprovado com a nota mínima.

1831-36: Darwin embarca como naturalista a bordo do navio de pesquisas 'Beagle', no qual dá a volta ao mundo em 52 meses. Faz centenas de anotações sobre a zoologia e a geologia dos lugares por onde passa, escreve um diário de 770 páginas e volta à Europa com exemplares de 5.400 espécies, além de tartarugas vivas das ilhas Galápagos.

1838: Darwin elabora o conceito de seleçao natural, segundo o qual os indivíduos que herdam as características mais adequadas ao ambiente onde vivem são as mais aptas a sobreviver.

1839: Darwin se casa com Emma Wedgwood, sua prima, que dará à luz 10 crianças, das quais apenas sete sobrevivem até a vida adulta.

1840: Darwin publica "Viagem de um naturalista ao redor do mundo" ("Zoology of the Voyage of the Beagle".

1842: Darwin desenvolve a teoria da evolução, que resume em um ensaio secreto, mostrado apenas à mulher. O documento segue sem ser publicado, enquanto ele continua trabalhando na elaboração de suas idéias.

1858: Darwin recebe uma carta de um jovem naturalista, Alfred Russel Wallace, que, trabalhando na Indonésia, chegou de forma independente a uma teoria semelhante à sua sobre a evolução através da seleção natural. A Sociedade Linnaen de Londres publica os dois trabalhos ao mesmo tempo.

1859: Darwin publica "A origem das espécies" ("On the origin of species"), que expõe a teoria da evolução pela seleção natural. O livro provoca uma enorme polêmica no mundo científico e religioso.

1860: Já famoso, Darwin participa de um debate na Universidade de Oxford com partidários e opositores da teoria da evolução. Encerrada a discussão, as duas partes se consideram vencedoras.

1871: Darwin publica "A descendência do Homem e Seleção em relação ao Sexo", aplicando a teoria da evolução à trajetória do ser humano, argumentando que homens e primatas descendem de um antepassado comum. O raciocínio é recebido com desdém e sátira.

1872-81: Darwin publica trabalhos sobre a expressão das emoções no homem e nos animais, a reprodução das plantas e a ação dos vermes, baseados em suas pesquisas no jardim de Down House, em Kent, sudeste da Inglaterra.

1882: Darwin morre em decorrência de uma doença misteriosa, e é enterrado na Abadia de Westminster, em Londres, ao lado de Isaac Newton, Michael Faraday e outros grandes cientistas.

ri/ap/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG