Croatas escolhem presidente

Os croatas comparecem às urnas neste domingo para eleger o terceiro presidente desde a independência do país em 1991, que terá como missão integrar a antiga república iugoslava à União Europeia (UE).

AFP |

Os locais de votação permanecerão abertos das 7h00 (4H00 de Brasília) às 19H00 (16H00 de Brasília). Os primeiros resultados devem ser divulgados ainda na noite de domingo.

Mais de 4,4 milhões de eleitores - 400.000 no exterior - estão registrados para a quinta votação presidencial organizada desde a independência da Croácia e devem optar entre 12 candidatos.

O segundo turno está programado para 10 de janeiro.

O atual presidente, o centrista Stipe Mesic, de 74 anos, é um dos políticos mais populares do país. Foi eleito em 2000 e reeleito em 2005, e não pôde se candidatar ao cargo, já que a Constituição limita a dois o número máximo de mandatos.

O líder das pesquisas, com 30% das preferências, é Ivo Josipovic, candidato do Partido Social Democrata (SDP, oposição parlamentar). Aos 52 anos, especialista em direito penal internacional e compositor de música clássica, Josipovic foi eleito para o Parlamento croata em 2003 e os analistas o descrevem como um candidato de "passado limpo".

Nadan Vidosevic, presidente da Câmara Econômica Nacional (HGK) e ministro da Economia entre 1993 e 1995, tem 15% das intenções de voto. Economista de 49 anos, foi expulso de seu partido, a Comunidade Democrática Croata (HDZ, conservadores no poder), por apresentar sua candidatura às eleições de domingo.

Já Milan Bandic, atual prefeito da capital Zagreb, tem 12% dos votos nas pesquisas. Aos 54 anos, também foi expulso de seu partido, o SDP, por ter se lançado como candidato independente. Fez a maior parte de sua campanha na Bósnia, em busca dos votos da comunidade croata que vive no país.

cn/fp/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG