Zagreb, 8 ago (EFE).- A croata Blanka Vlasic, atual campeã mundial do salto em altura, não assinou um documento pedindo ao Governo chinês que respeite os direitos humanos no Tibete, disse hoje seu pai e treinador, Josko Vlasic.

"Blanka não se lembra de ter assinado este documento. Se alguém tem sua assinatura, é preciso verificar se é mesmo a verdadeira. Ela não quer abusar da hospitalidade do país-sede", disse Josko.

"É certo que o sofrimento humano nos incomoda, seja onde for. Há injustiça no mundo todo e as pessoas se opõem em diferentes formas.

Blanka é uma atleta acima de tudo e não se envolverá em questões que não conhece profundamente".

Detentora de uma série de 34 vitórias consecutivas em diferentes competições, a croata é a grande favorita ao ouro nos Jogos de Pequim. EFE op/dp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.