Crítica de Bin Laden a Obama não surpreende, diz Casa Branca

RIAD (Reuters) - A Casa Branca informou nesta quarta-feira que não foi uma surpresa o fato de Osama bin Laden tentar desviar a atenção do discurso do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, dirigido ao mundo islâmico, após o líder da Al Qaeda ter acusado-o de plantar sementes de ódio. Obviamente nós vimos as notícias da mensagem, mas não tivemos uma oportunidade de revisá-la em sua totalidade, disse a jornalistas o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, em viagem na Arábia Saudita.

Reuters |

"Eu não acho surpreendente que a Al Qaeda queira desviar para longe a atenção da atitude histórica do presidente e o contínuo esforço de realizar um diálogo aberto com o mundo islâmico", disse.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG