Cristina Kirchner ganha primárias realizadas neste domingo

Pesquisas de boca de urna feitas pela imprensa local apontam a vitória. Resultado oficial ainda não foi divulgado

EFE |

A presidenta argentina, Cristina Fernández de Kirchner, ganhou as primárias realizadas neste domingo no país para definir os candidatos do pleito geral de 23 de outubro, segundo a imprensa local.

Cristina, que tenta a reeleição, é seguida pelo ex-governante Eduardo Duhalde, segundo emissoras de televisão e rádio argentinas. O canal de notícias "C5N" assegurou com base nas pesquisas de boca de urna que Cristina leva vantagem de 30 pontos percentuais sobre o segundo candidato mais votado.

AFP
Cristina comemora a vitória com a filha Florencia
A maioria dos meios de comunicação afirmou que ela alcançou uma ampla vitória sobre Duhalde, que teria ficado em segundo lugar, enquanto alguns sustentam que estão disputando a segunda colocação o dirigente peronista e Ricardo Alfonsín, da União Cívica Radical e filho do ex-presidente Raúl Alfonsín.

A legislação eleitoral proíbe a difusão de pesquisas de boca de urna a menos de três horas após o fechamento das sessões eleitorais e se espera que os primeiros resultados oficiais sejam divulgados às 21h.

Os candidatos devem obter pelo menos 1,5% dos votos válidos para poderem concorrer às eleições gerais de outubro. No total, 28,6 milhões de pessoas estavam convocadas para votar neste domingo nas primárias.

Implementado por uma reforma política aprovada pelo Parlamento no final de 2009, este pleito definirá os candidatos que concorrerão às presidenciais e a renovação da Câmara dos Deputados e do Senado. As primárias também foram destinadas a revalidar as candidaturas para as eleições locais de 23 de outubro que serão celebradas nas províncias de Buenos Aires, San Juan, San Luis e Santa Cruz.

    Leia tudo sobre: ARGENTINAELEIÇÕESCristina Kirchner

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG