BUENOS AIRES (Reuters) - A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, anunciou mudanças em seu gabinete nesta terça-feira, mais de uma semana depois de sofrer uma grande derrota nas eleições legislativas, disse um porta-voz do governo. Cristina nomeou Aníbal Fernández como novo chefe de gabinete, no lugar de Sergio Massa.

Amado Boudou foi apontado como novo ministro da Economia na vaga de Carlos Fernández. Boudou é, atualmente, chefe da agência nacional de previdência.

A presidente também nomeou Julio Alak como ministro da Justiça e Diego Bossio como novo chefe da previdência.

(Reportagem de Lucas Bergamn)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.