Cristina Fernández volta a chegar atrasada a uma reunião presidencial

Costa do Sauípe (Bahia), 16 dez (EFE).- A presidente da Argentina, Cristina Fernández, chegou hoje atrasada à inauguração da 36ª Cúpula do Mercosul, realizada na Costa do Sauípe.

EFE |

Fernández entrou no recinto no qual se reuniam os chefes de Estado e de Governo dos Estados-membros do Mercosul e convidados quando o presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva estava terminando seu discurso de abertura.

O presidente brasileiro, cumprindo o protocolo, deu o primeiro turno de palavra para sua colega argentina, que se desculpou pelo atraso e, um pouco sobressaltada, cedeu seu turno ao uruguaio Tabaré Vázquez.

"Seria de mau gosto que, havendo chegado por último, fale primeiro", declarou Cristina Fernández.

Minutos depois, quando Lula voltou a conceder a palavra para ela, justificou seu atraso pela beleza do complexo turístico no qual o líder brasileiro convocou seus vizinhos.

"Lula nos convocou para um lugar que não dá muita vontade de trabalhar", brincou Fernández.

"Não é impontualidade, mas ter chegado muito tarde a um lugar lindíssimo", acrescentou, e "a verdade não é o lugar mais adequado para que gere vontade de trabalhar".

Não é a primeira vez que Cristina Fernández não chega a tempo em uma reunião multilateral.

Na 5ª Cúpula América Latina-Caribe-União Européia (EU-LAC, na sigla em inglês), que foi realizada em Lima em maio, chegou atrasada para a foto oficial dos presidentes.

Também não esteve na primeira foto oficial da Cúpula de Chefes de Estado e de Governo do Grupo dos Vinte (G20, que reúne os países mais ricos e os principais emergentes) convocada em Washington em novembro, embora naquela ocasião seus companheiros tenham lhe dado uma nova oportunidade e tiraram uma segunda foto oficial. EFE mar/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG