Cristina diz que repetiria decisões do início de seu Governo

Buenos Aires, 2 ago (EFE).- A presidente argentina, Cristina Fernández de Kirchner, afirmou hoje que voltaria a repetir cada uma das decisões tomadas durante seus oito meses de gestão, incluindo a polêmica resolução que derivou no conflito com o campo que provocou a maior crise política do país em cinco anos.

EFE |

"Eu voltaria a fazer todas e cada uma das coisas que fiz", disse a presidente pouco após começar a primeira coletiva de imprensa convocada desde que assumiu o poder, em dezembro passado, e a primeira também feita por um líder argentino com agenda aberta desde 1999.

Em seguida, explicou que incluiria impulsionar a chamada resolução 125, medida que aumentou os impostos às exportações do setor agrícola e que derivou em quatro meses de conflito com o campo.

O embate gerou perdas milionárias e uma crise política sem precedentes nos últimos cinco anos, desde que assumiu Néstor Kirchner, marido de Cristina, em 2003.

A rejeição à resolução 125 no Senado, com o voto decisivo do vice-presidente do país, Julio Cobos, evidenciou a cisão interna no Executivo argentino. EFE mar/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG