Crise obriga Romênia a comprar caças de segunda mão

Bucareste, 24 mar (EFE).- A crise econômica obrigou a Romênia a modernizar sua Força Aérea com caças F-16 de segunda mão, o que permitirá ao país economizar dinheiro para sanear as contas públicas.

EFE |

Nesta terça-feira, a imprensa romena informou que o Conselho Nacional de Defesa (CSAT) aprovou a compra de 24 caças F-16 usados por aproximadamente US$ 800 milhões. A aquisição de modelos novos do mesmo avião custaria cerca de quatro vezes mais.

"A Romênia não dispõe dos recursos financeiros necessários para comprar aviões novos", explicou a Presidência em nota sobre os caças que comprados para substituir os antiquados Mig-21 de fabricação soviética.

Para que a compra seja efetivada, o Parlamento ainda terá que ratificar a decisão do CSAT.

Segundo a agência "Mediafax", um dos potenciais vendedores são os Estados Unidos, já que a Romênia já conversou com os americanos sobre a possível compra de uma pequena frota de caças de segunda mão. EFE Mg/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG