A maior comunidade de judeus ultra-ortodoxos chassídicos da Europa enfrenta uma crise financeira na cidade belga de Antuérpia. Durante anos, muitos se sustentavam com o comércio de diamantes, mas agora a globalização transformou a indústria, obrigando os lapidadores a procurar novas profissões.

A indústria de diamantes passou a ser dominada por grandes empresas, que utilizam laser para lapidar as jóias.

Além disso, indianos estão fazendo o mesmo trabalho dos lapidadores judeus a um custo muito mais baixo.

A maioria dos lapidadores da Antuérpia só freqüentou a escola religiosa judaica e agora se vê obrigada a voltar à escola para se especializar em uma nova carreira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.