Crise financeira encarecerá o crédito, diz ministra francesa

Paris, 16 set (EFE).- As últimas manifestações da crise financeira acarretarão um encarecimento do crédito nas próximas semanas, advertiu hoje a ministra da Economia francesa, Christine Lagarde.

EFE |

"É um efeito indireto imediato, mas haverá outros", disse Lagarde à imprensa, no dia seguinte da quebra do banco americano de investimento Lehman Brothers, da venda de Merrill Lynch ao Bank of America e em meio a notícias de problemas da seguradora AIG.

A ministra disse que este "transtorno na paisagem financeira internacional" levará inevitavelmente a "tensões" nas taxas de juros, que vão acarretar um encarecimento do crédito.

No entanto, ressaltou que os governadores dos bancos centrais estão se coordenando "muito bem" para antecipar as conseqüências nos mercados monetários.

Disse que, sobre o acesso à liquidez, "fizeram seu trabalho" para que os bancos possam se refinanciar.

Reiterou que os bancos franceses foram "relativamente pouco atingidos" pela queda do Lehman Brothers, cujos dois estabelecimentos na França estão desde ontem sob administração provisória. EFE al/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG