Crise e segurança devem centrar reunião entre Medvedev e Merkel

Moscou, 14 ago (EFE).- A crise mundial e a segurança na Europa, além da cooperação bilateral, devem ser os temas centrais da reunião que terão hoje no balneário de Sochi o presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, e a chanceler alemã, Angela Merkel, como anteciparam fontes do Kremlin.

EFE |

"Os assuntos relativos à reforma do sistema financeiro-econômico internacional sobre bases multilaterais estarão no foco da atenção dos líderes de Rússia e Alemanha", disse um alto funcionário da Presidência russa, citado pela agência de notícias local "Interfax".

Segundo a fonte, na reunião no balneário russo Medvedev e Merkel estudarão que passos dar para "continuar fortalecendo as relações de associação estratégica entre os países, que resistiram com sucesso ao teste da crise do último tempo".

Mesmo assim, a crise global teve um impacto negativo na dinâmica dos laços econômico-comerciais entre os dois países, em particular na troca comercial, que, segundo o Kremlin, nos primeiro cinco meses do ano caiu a menos da metade na comparação com 2008.

Nas conversas de Sochi, as terceiras do tipo este ano, "será prestada especial atenção à iniciativa (de Medvedev) de desenhar um tratado de segurança europeia, assim como à elaboração de uma agenda positiva para o diálogo entre Rússia e Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte)", completou a fonte.

Em matéria de cooperação econômica, os dois líderes devem examinar detalhadamente "as condições que podem terminar com benefício para os âmbitos sociais de Rússia e Alemanha" a transação para a compra da montadora alemã Opel por um consórcio com participação russa. EFE bsi/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG