Bruxelas, 18 dez (EFE).- O Brasil e a União Européia (UE) abordarão assuntos como a crise financeira e a imigração durante a cúpula que realizarão no Rio de Janeiro, na próxima segunda-feira.

Na reunião espera-se que UE e Brasil aprovem um plano conjunto de ação, que servirá para concretizar e pôr em prática o acordo estratégico que concluíram em 2007, segundo disseram à Agência Efe fontes do bloco europeu.

Os países da UE aprovaram hoje a minuta desse plano de ação, no qual ainda há alguns pontos pendentes de acordo, especialmente em imigração.

Pelo lado europeu, irão à reunião o presidente francês e da UE, Nicolas Sarkozy, o presidente da Comissão Européia (CE, orgão executivo do bloco), José Manuel Durão Barroso, e o comissário de Justiça, Liberdade e Segurança, Jacques Barrot.

Para evitar futuras crises financeiras, Brasil e UE se comprometerão a trabalhar na reforma do sistema financeiro mundial e, por essa razão, iniciarão um diálogo regular de alto nível com vistas a aumentar a coordenação em assuntos macroeconômicos.

No capítulo da luta contra a mudança climática, Brasil e UE darão seu apoio a planos ambiciosos de redução de emissões de CO2.

O Brasil também deve discutir com a UE a possibilidade de ambos emitirem vistos gratuitos em seus territórios.

Por outro lado, o Brasil não parece disposto a aceitar um acordo de readmissão de imigrantes em situação irregular. EFE rja/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.