Crianças americanas devem estar imunes à gripe A em novembro, segundo diretor

Washington, 10 ago (EFE).- O diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, Thomas R.

EFE |

Frieden, afirmou hoje que prevê que as crianças americanas estarão imunes ao vírus da gripe A em novembro, quando a vacina, que começará a ser administrada a partir de outubro, começar a fazer efeito.

Em entrevista coletiva pelo telefone com o secretário de Educação, Arne Duncan, Friedman afirmou que a vacina começará a ser distribuída gradualmente para os grupos com maior risco de contágio, entre eles as crianças, especialmente aquelas entre seis meses e quatro anos de idade.

A vacina será administrada em duas doses, com duas semanas de distância, e começará a fazer efeito 15 dias depois da última aplicação: próximo ao Dia de Ação de Graças, 27 de novembro.

Segundo Friedman, a composição da nova vacina será "similar à da gripe comum" e, por isso, não se espera que seus efeitos secundários sejam muito diferentes dos produzidos pela vacinação contra o vírus antigo. EFE llb/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG