Criadores de porcos enfrentam a polícia no Egito

Violentos confrontos explodiram neste domingo no Cairo entre criadores de porcos e policiais que deveriam levar os animais para o sacrifício.

AFP |

De 300 a 400 moradores do bairro de Manchiyet Nasr, em uma colina da capital egípcia, jogaram pedras e garrafas contra os oficiais.

Os policiais responderam com o uso de bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha contra os manifestantes.

O governo egípcio ordenou na quarta-feira passada o sacrifício dos quase 250.000 porcos criados no país, apesar de nenhum caso de gripe suína ter sido registrado no Egito.

A decisão foi muito criticada e a Organização Mundial da Saúde (OMS) destacou que não existem provas da transmissão do vírus da gripe A(H1N1) do porco ao homem.

As autoridades egípcias afirmaram então que a medida era mais uma medida de higiene que uma precaução contra a gripe suína. O objetivo, segundo o Cairo, seria sanear as criações insalubres de membros da minoria cristã copta do Egito.

se-iba-an/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG