Criador de famoso retrato de Obama está sob investigação nos EUA

Nova York, 27 jan (EFE).- O artista Shepard Fairey, criador do retrato do presidente americano, Barack Obama, que se popularizou durante sua campanha eleitoral com a palavra Hope (esperança), está sob investigação penal, segundo os documentos da ação que a agência Associated Press (AP) tem contra ele.

EFE |

A Promotoria iniciou a investigação depois que Fairey reconheceu ter falsificado provas sobre a autoria da imagem que tomou como ponto de partida para seu retrato, informou hoje a imprensa americana.

A "AP" alega que a foto da qual surgiu o famoso cartaz foi feita por um de seus fotógrafos em 2006 e que Fairey a utilizou sem pagar direitos autorais.

Em fevereiro de 2009, Fairey processou a agência de notícias com a intenção de que um juiz determinasse que o conhecido cartaz de Obama não violava os direitos autorais do fotógrafo do veículo, que respondeu apresentando um outro processo contra o artista.

Em outubro, o artista reconheceu que tinha eliminado de seu computador pessoal vários documentos com as imagens que inspiraram o cartaz de Obama e inclusive criou novos documentos falsos com fotografias para cobrir algumas das provas que aparentemente havia contra si.

A "AP" explicou em comunicado que o júri que estudará o caso recebeu uma nota do juiz segundo a qual Fairey está submetido agora a uma investigação penal, após admitir que agiu com dolo.

O cartaz em questão mostra uma imagem de Obama, então candidato à Presidência, em vermelho e azul, com a legenda "Hope", que foi reproduzida em adesivos, broches e camisetas durante a campanha eleitoral e se transformou em uma das imagens mais famosas do atual presidente americano.

O trabalho de Fairey teve tanto êxito que os membros da campanha de Obama o chamaram para fazer novas versões do cartaz com as mensagens "Change" ("mudança") e "Vote" ("vote"). O desenho original foi parar nas paredes da National Portrait Gallery, em Washington.

EFE dvg/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG